Atenção para não pecar


Por: Aline Barcellos|

Juízes 14.1: E desceu Sansão a Timnate; e, vendo em Timnate uma mulher das filhas dos filisteus,
Juízes 15.9: Então os filisteus subiram, e acamparam-se contra Judá, e estenderam-se por Leí.

Quando Sansão decide descer a uma cidade filistéia sem propósito nenhum, ele vê então uma mulher e por fim se apaixona por ela, e não passado muito tempo, propõe então se casar com ela. Mas por que mesmo em meio a tantas mulheres mais belas em Israel ele decide se casar com uma mulher que se constituía inimiga do seu povo? Sendo que essa era uma ordem expressa de Deus aos filhos de Israel de que não deveriam se casar com outros povos?

Esse é um dos sinais de que  ele estava negligenciando seu ministério, os próximos passos dele revelam isso, pois ele continua transgredindo os mandamentos que Deus havia ordenado a Seu povo, bem como os votos de Nazireu que ele tinha.

Tendo ele retornado, vai falar com seus pais sobre o desejo de se casar com uma filistéia, seus pais então vão com ele até a casa dela, mas no caminho até ela, vem um leão novo bramando contra ele, então o Espírito do Senhor entrou nele de tal forma que ele matou o leão como quem rasga um cabrito, sem nada ter na mão, mas a seu pai e a sua mãe, ele não os fez saber disso (Jz 14:5-6).

Passado alguns dias, ele então retorna pelo mesmo caminho, mas quando chega perto do local onde havia matado o leão, ele se desvia até lá  e vê que havia mel, e ainda dá aos seus pais. Transgredindo outro mandamento de Deus aos nazireus:  Não tocar em cadáveres ou qualquer coisa morta. (Números 6:6)
O que aprendemos com isso é que por mais que Sansão fosse alguém escolhido por Deus para libertar o seu povo, ainda assim ele não estava e não queria exercer seu ministério dado por Deus, mesmo que seu nascimento tenha sido um milagre, mesmo que seus pais tivessem tido provas lindas da importância do seu chamado, ainda assim ele não estava vivendo o que deveria viver.

Quantos de nós não estamos vivendo o que Deus planejou pra gente apenas porque estamos com birra com Deus por que Ele não nos deu o que queríamos?
O problema, é que passados alguns dias, vieram problemas.

Após divergências entre Sansão e os filisteus, os filisteus finalmente sobem a Israel, acampando-se contra Judá. (Jz 15:9).

Quando Sansão desce aos filisteus, esse é apenas um pretexto para filisteus subirem contra Israel, quando descemos para pecar, é apenas um pretexto pro diabo subir contra nós.

Devemos descer no sentido de se humilhar diante de Deus, de deixar o nosso ego e o nosso orgulho pra lá, mas quando se trata do pecado, qualquer cuidado é pouco. A Bíblia diz para fugirmos da aparência do mal (1 Tessalonicenses 5:22 ) e que devemos nos sujeitar a Deus e resistir o diabo e ele fugirá de nós (Tiago 4:7), nos mostrando claramente que com o pecado não se brinca, para entendermos que quanto ao pecado nós corremos o mais rápido que pudermos, pois assim como Sansão brincou com o pecado, lá na frente, o pecado "brincou com ele".

Seja vigilante e diligente, a Bíblia fala para Vigiar e Orar (Mateus 26:41), não adianta orarmos o dia todo se não vigiarmos o tempo todo, que a vigilância e a oração caminhem juntos, para que o exemplo de Sansão sirva para que não demos brecha pro pecado, vigiando no agir, no andar e no falar para que não venhamos pecar.

Uma vez ouvi dizer que o pecado na vida do cristão deve ser inesperado, como se tivéssemos tropeçado e não planejado. Enquanto estivermos aqui na Terra somos propensos a errar, falhar e cair, mas não devemos planejar pecar. Vigiando para não cair em tentação.

Estejamos com Deus em todo o nosso viver, que nossa vida esteja guardada em Deus e que com Ele estejamos sempre em vigilância, orando sempre e constante. 
Vigiar e Orar. A dupla que não podemos separar.

Postar um comentário

2 Comentários