Vale a pena ser bom


Por: Vinícius Maciel

Diante de todos os desafios da vida, obedecer é o mais difícil. Embora na teoria seja uma atitude simples, dentro dessa atitude há vários obstáculos para se enfrentar. 

Ser bom, é hoje considerado uma qualidade nobre entre as pessoas. Se digo que “fulano” é uma pessoa boa, logo sei que “fulano” é uma pessoa que sempre vou querer ter por perto. Mas o que é, de fato, que nos torna uma pessoa boa? 

Atualmente a bondade é medida por interesses em comum. Apoiar uma causa, de uma certa classe minoritária, te torna bom para aquela classe; repudiar uma classe também te faz ser “bom”, para aqueles que pensam de maneira igual. 

Mas este é o conceito do mundo a fora, conceito solto, indefinido, que apenas te encaixará em algum lugar aqui no mundo em que vemos. Porém, há um outro conceito de bondade descrito por Jesus, que era bom. 

O conceito de bondade de Cristo tem como base o amor. (a) “Amai o seu próximo como a ti mesmo”,  (b) “ame os seus inimigos” (c)“auxilie as viúvas e os pobres”, (d) “não entre em contendas”, (e)“dê a outra face”, (f)“seja verdadeiro“.

 (a) Marcos 12:30: “Amarás, portanto, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força’. E o segundo é: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Não existe qualquer outro mandamento maior do que estes”.

(b) Mateus 5:43: "Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’.
44 Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
45 para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos.”

(c) Tiago 1:27: “A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.”

(d)Timoteo 2:14: “Continua a lembrar essas orientações a todos, advertindo-os solenemente na presença de Deus, para que não se envolvam em discussões acerca de teorias vazias; isso não produz nada de bom, e serve tão somente para perverter os ouvintes.”

(e) Mateus 5:39: “Eu, porém, vos digo: Não resistais ao perverso; mas se alguém te ofender com um tapa na face direita, volta-lhe também a outra.”

(f) Efésios 4:25: “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.

Basicamente a palavra nos fala para sermos como Cristo foi. 

Da nossa rede:


Contudo, o mundo criou uma barreira grande para que nós fôssemos bons: A reciprocidade!

Muitos de nós, quando fazemos algo para o outro, esperamos o reconhecimento, uma recompensa, ainda que venha de outra pessoa. Esperamos que aquilo que nós tínhamos feito de bom volte para nós de alguma forma. Mas, nem sempre teremos isso de volta.

É muito fácil dizer que o “bonzinho“ sempre se dar mal, ou que é besta! Será pisado pelos outros! De tanto ouvir e, principalmente viver isso, acabamos internalizando e mudando o nosso jeito de agir, como forma de escudo de frustração e nós transformando em mais um da sociedade, que vive de forma egoista e competitiva.

Mas Jesus, na sua palavra, nos disse que deveríamos ser o “sal da Terra!”

Mateus 5:14: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
15 Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.”

O sal dá gosto aos alimentos, e não o contrário! Se seguirmos os conselhos do mundo, ao invés dos conselhos de Cristo, nós internalizaremos o mundo dentro de nós. E a internalização é constituída daquilo que ouvimos, dos lugares onde frequentamos e do que consumimos, viramos então uma esponja, que suga tudo o que nos é aproximado, e o nosso Deus não quer isso! 

Deus quer que nós sejamos a diferença! Ele quer que nós venhamos a passar o melhor para o mundo, sabendo que ele, o mundo, irá nos maltratar, assim como o próprio Jesus foi maltratado quando veio a terra. Por que a recompensa que devemos esperar, ela vem do nosso Deus que é justo! E que não deixa de cumprir as suas promessas! É de Deus que nós devemos esperar retorno. E assim como o mundo pode internalizar coisas ruins em nós, Deus também pode internalizar coisas boas em nosso coração. 

A fé vem pelo ouvir! Por isso faz-se necessário congregar! 

É muito comum ouvir pessoas dizerem que não vão à igreja porque as pessoas não são verdadeiras, ou porque não gostam do pastor. Mas de quem você espera a Justiça? De Deus ou dos homens? 

A igreja é como um posto de combustível, onde você reabastece com o conhecimento de Cristo, que te formará como imagem e semelhança dele. Feito isso, você vai decidir, se dentro da sua congregação, será sal ou esponja.

Você pode dizer que é uma pessoa boa e que só por isso será salvo, mas só quem crer e for batizado será salvo! Só estes podem ser chamados de Filhos de Deus. 

Marcos 16:16: “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.”

Texto com edição revisada/ Coluna avulsa



Postar um comentário

0 Comentários