O chamado de Deus



Lays Rosado| 

Muitos falam sobre o chamado de Deus para suas vidas, mas poucos realmente vivem aquilo para que o senhor os chamou. Porque será que é tão difícil? 

No livro de êxodo capítulo 35 do 30 a 35 diz:

Disse então Moisés aos israelitas: O Senhor escolheu Bezalel, filho de Uri, neto de Hur, da tribo de Judá, e o encheu do Espírito de Deus dando-lhe destreza, habilidade e plena capacidade artística, para desenhar e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, para talhar e lapidar pedras e entalhar madeira para todo tipo de obra artesanal. E concedeu tanto a ele como a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, a habilidade de ensinar a outros. A todos esses deu capacidade para realizar todo tipo de obra como artesãos, projetistas, bordadores de linho fino e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, e como tecelões. Eram capazes de projetar e executar qualquer trabalho artesanal.

Como acabamos de ler, o Senhor nos enche com seu Espírito. Nos dando a capacidade para realizar tudo aquilo que ELE nos chama para executar. Ou seja, nossos dons e talentos são dados por Deus para trabalharmos na obra. Tudo vem dEle e volta para Ele em forma de adoração. Então qual é o verdadeiro problema?

O problema é bem simples na verdade, e pode ser caracterizado em apenas uma palavra INDISPONIBILIDADE, não se assuste é um fato. O que anda reinando em nossas vidas, hoje em dia, é a falta de tempo, ou pelo menos é o que usamos muitas vezes como desculpa. A passagem que lemos é um retrato do poder de Deus, que atua através de nós, para glorificar o seu nome. E isso se aplica a qualquer tipo de dom ou talento, seja ele manual ou não.

Posteriormente no capítulo 36 versículo dois diz assim: Então Moisés chamou Bazalael e Aoliabe e todos os homens capazes a quem o Senhor dera habilidade e que estavam dispostos a realizar a obra. Mas nítido do que isso impossível, O Senhor chama a todos que deu capacidade e habilidade, mas só os que estavam dispostos que foram realizar a obra, ou seja, que foram adorar. A nossa falta de disponibilidade para obra nos impede de agradar a Deus.

O nosso chamado, seja para o ministério de louvor, teatro, dança, pastoral ou que for, é um convite do próprio Senhor para adorarmos a Ele de forma particular e única. De acordo aquilo que ELE já implantou com raízes profundas em nossos corações. O meu chamado pode ser diferente do seu. Quem sabe é limpar a cadeira da igreja ou cantar no louvor. Mas sabe de uma coisa? Estamos adorando ao nosso Deus de forma única e singular, do jeito que Ele sonhou para cada um de nós

O meu chamado e o teu chamado é produzir no reino e fora dele a perfeita adoração a Cristo, com tudo que Ele já nos deu.
 
Então me diz, você está disponível para o seu chamado?

Postar um comentário

0 Comentários