Ame-se

Mulher com tranças, olhando para cima

Por: Jaqueline Cristine e Juliana Castro|

Chegará o momento que você precisará urgentemente abrir mão de tudo aquilo que não te faz bem, que sobrecarrega a sua autoestima, seu amor próprio e sua saúde emocional.

Não chame de amor o que te rasga por dentro, o que te tira a fome, o sorriso do rosto, madrugadas de choro e solidão. O amor é presença, é sorriso, é valorizar o outro (como se fosse a joia mais precioso do universo). Algumas pessoas precisaram te perder, mas isso não quer dizer que você se perderá de você mesmo, você se ganhará, se valorizará, aprenderá a se amar mais do que nunca.

Ouvi uma vez a seguinte frase, que me falha a memória de quem escreveu: “nem tudo que você perder, é uma perda”.

Hoje dou razão total a essa frase, quando perdemos é que aprendemos o que é ganhar, porque vamos aprendendo que na derrota, na perda, nos tornamos seres totalmente dependentes de Deus. Nem toda perda, perdemos, mas aprendemos a ganhar, e a valorizar as pessoas que Deus coloca em nossa caminhada.

Se você não soube receber o presente que Deus te enviou, aprenda com os seus erros, a ser mais humano e responsável com os sentimentos dos outros.




Postar um comentário

0 Comentários